“Poderíamos casar, teríamos um apartamento, tomaríamos café às cinco da tarde, discordaríamos quanto a cor das cortinas, não arrumaríamos a cama diariamente, a geladeira seria repleta de congelados e coca-cola, o armário, de porcarias, adiaríamos o despertador umas trinta vezes, sentaríamos na sala de pijama e pantufas, sairíamos pra jantar em dia de chuva e chegaríamos encharcados, nos beijaríamos no meio de alguma frase, você pegaria no sono com a mão no meu cabelo e eu, escutando sua respiração. Eu riria sem motivo e você perguntaria porque, eu não responderia, saberíamos.”
Caio Fernando Abreu. (via inverbos)

Ficou comprovado que 95% das cosquinhas terminam em beijo. Eu faço parte dos 5% que terminam dando murro, e mandando ir se fuder.


“Existem abraços frios, beijos que não curam, palavras que não aliviam e pessoas que não sentem nada, que apenas fingem sentir.”
Londres, 1999.  (via oxigenio-dapalavra)

Vergonha serve 2% pra te deixar fofo e 98% pra ferrar com sua vida.



nunca precisei de activia pra fazer merda


Pare de tentar entender os planos de Deus.




“Estou triste, mas ninguém me entende. Quero desabafar, mas ninguém me ouve. Queria sumir, sem ao menos ter pra onde ir. Então fico aqui e aceito essa solidão, essa tristeza e essa angustia que me consome. E espero (…) Espero que o amanhã venha e me traga coisas boas, me traga sorrisos, e que tudo seja melhor que hoje.”
Marcello Henrique.
(via sou-inseguro)




theme nostalgia-surreal;
12345678
Bárbara, felicidade, energia, vida, 18.
I promise i'm worth it